Seguidores

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Não seja um pai superprotetor

"Filhos superprotegidos amanhã serão adultos frágeis,
sem 'garra' para lutar e vencer na vida"

Aprendendo com a águia
Quando seu filhote ainda mal consegue voar, a águia destrói o ninho com o propósito de impedir que sua cria volte à comodidade. Leva seu filhote às alturas e, de lá, o atira no abismo da atmosfera, a fim de despertar nele a poderosa força do "rei das aves".
E nós, humanos, o que fazemos com nossos filhos? Também os preparamos para serem independentes e atuarem com coragem e determinação pelo mundo afora?
Quando é que os pais superprotegem o filho? Quando são extremamente presentes, inibindo sua liberdade de expressão. Esse comportamento gera no filho a "IDÉIA" de que ele - o filho - é "INATINGÍVEL", é o "CENTRO DO MUNDO".
Esse "EGOCENTRISMO" produz um comportamento agressivo contra figuras hierarquicamente superiores. Filhos com esse sentimento têm muita dificuldade de seguir ou obedecer regulamentos. A tendência é o filho pensar algo do tipo: Se eles "ME IMPEDEM OU ME DIFICULTAM" para eu fazer aquilo que "EU GOSTO, DA FORMA QUE EU QUERO, NA HORA QUE EU ESCOLHO", então EU me rebelo! Porque tudo que é contrário aos MEUS interesses ou à MINHA ideologia tem que ser afastado, pois está errado".

Dez motivos pelos quais os pais não devem superproteger o seu filho:
1) É na selva que se aprende a lei da sobrevivência. Filhos superprotegidos não aprendem a se defender na vida e tornam-se adultos fracos.
2) A superproteção impede o amadurecimento do caráter do filho. É resolvendo os próprios problemas que o filho aprende a lidar com situações difíceis sem comprometer sua honestidade.
3) Filhos superprotegidos não têm senso de responsabilidade. Quando os pais as-sumem tudo, os filhos nunca aprendem o que é ser responsável.
4) A soberba do filho pode ser uma conseqüência da superproteção dos pais.
5) Ninguém cresce na sombra. A superproteção dos pais compromete o crescimento do filho em muitas áreas na vida. Sem a dor da disciplina, não há como alcançar posições de destaque na vida.
6) Os pais devem preparar os filhos para enfrentar o mundo como se ele estivesse num campo de batalha. Quem educa o filho pensando que o mundo é um grande parque de diversão, com certeza terá surpresas desagradáveis no futuro.

As pessoas que fizeram história e deixaram um legado, na sua maioria, venceram quando estavam longe de casa, longe da presença dos pais. Lembre-se, é destruindo o ninho que o "filho-águia" aprende a voar. Para voar alto e ir longe é necessário que o filho "deixe o ninho".

Um comentário:

  1. Ual, preciso mostrar isso para o meu pai. ¬¬"
    Não suporto mais. hunf. ><

    ResponderExcluir