Seguidores

terça-feira, 5 de abril de 2011

Orfandade Espiritual

Existe uma grande orfandade ao nosso redor. 1 - ORFANDADE FAMILIAR • Pais ausentes, violentos, beberrões. • Mães que têm que governar a casa, sendo pai e mãe. • Lares desfeitos pelo divórcio. • Famílias disfuncionais – brigas, ausências, etc. • Filhos da creche, da babá e da televisão. 2 - ORFANDADE NACIONAL • Cerca de 1/3 dos brasileiros não têm o nome do pai na certidão de nascimento. • Milhões de filhos rejeitados por conta do sexo livre e irresponsável. • Milhões de abortos. • Um país de padroeiras. 3 - ORFANDADE ESPIRITUAL – formação espiritual do Brasil • Existem entidades demoníacas (Moloque é o principal) cuja ação se baseia na formação de um sentimento de orfandade, que causa enormes feridas na alma e afastam as pessoas de um relacionamento saudável com Deus. • O cristianismo no Brasil em muito se baseia na culpa, na justiça própria e na religiosidade. • Essa deformação do verdadeiro cristianismo pode ser explicada pela herança espiritual que recebemos na formação do povo e da cultura brasileira. ÍNDIOS • Falsa idéia de que os índios viviam em um paraíso na terra. Eles também pecavam, se agrediam e agrediam a natureza. Só não faziam pior porque não tinham tecnologia para isso. • A religiosidade dos índios era baseada no medo dos espíritos e na constante busca por apaziguar a ira dos deuses. • Nesse contexto havia muita feitiçaria (pajelança), sacrifícios humanos, Infanticídio, canibalismo, culto aos mortos e muita imoralidade. • Com a vinda dos portugueses a orfandade aumentou. Muitos índios foram feitos escravos, famílias separadas, mulheres estupradas, etc. PORTUGUESES • Durante séculos os árabes muçulmanos dominaram a Península Ibérica, onde estão a Espanha e Portugal. • Essa ocupação fez com que o cristianismo dos portugueses sofresse uma enorme influência do Islamismo. O uso do terço, por exemplo, foi herdado dos árabes. • Na religião muçulmana Alá não é Pai. Alá é deus – um deus rigoroso, intolerante e cruel. Trata-se de uma religião de órfãos. Os árabes são descendentes do filho bastardo de Abraão, chamado Ismael. • Esse cristianismo muçulmanizado foi um dos grandes responsáveis pelas cruzadas (o equivalente da Jihad árabe – a guerra santa) e pela Inquisição (a intolerância religiosa). • Como conseqüência, o cristianismo trazido pelos portugueses para o Brasil baseou-se na intolerância, na crueldade, na ausência de piedade. • O cristianismo formado no Brasil tornou-se uma religião apenas formal, cheia de culpa pelos pecados cometidos e medo do castigo de Deus. Essa contradição é retratada no estilo barroco. • Os primeiros portugueses que vieram para o Brasil vieram sem suas famílias e logo formaram uma segunda família no Brasil. • Muitos filhos bastardos (sejam caboclos ou mulatos) foram gerados no Brasil. NEGROS • Os negros escravos chegaram no Brasil cheios de dor, desamparo, sentimento de injustiça, tristeza sem fim. Foram tratados como mercadoria. • Muitos foram separados de seus pais, seja na África, seja no Brasil. • Muitos deles foram vítimas de exploração sexual pelos senhores. • Muitas crianças mestiças foram abandonadas – muitas outras mortas. E muitos abortos foram praticados para esconder a vergonha da imoralidade sexual ocorrida entre os portugueses e os africanos. • Eles trouxeram uma religião permeada de feitiçaria, de espíritos malignos. Chegando aqui foram obrigados a formar um sincretismo (mistura) de sua religião com o cristianismo português. O resultado foram as religiões afros do Brasil. • Chegando ao Brasil foram obrigados a adotar a religião dos seus senhores. Mas que religião é essa que permite tanta exploração? Que Deus é esse? • Os negros nunca poderiam ver o Deus cristão como Pai. Ficaram órfãos. ESTUDANDO NOSSA REALIDADE ATUAL E NOSSA HISTÓRIA, VEMOS QUE, DE CERTA MANEIRA, TODOS NÓS SOMOS UM POUCO ÓRFÃOS. EFEITOS DA ORFANDADE • A orfandade acaba com o mais importante referencial de vida – a família; • A orfandade mata os melhores sonhos; • A orfandade abre brechas espirituais para a exploração dos demônios. Feridas na alma dão legalidade aos espíritos malignos. • A principal entidade da orfandade é Moloque. No passado, crianças eram sacrificadas a ele. Hoje esse sacrifício continua nos abortos. Moloque se torna o pai dos moleques. • A orfandade produz uma geração revoltada, drogada, prostituída, violenta; • A orfandade deixa as pessoas insensíveis, duras, cínicas, descrentes de um Deus Pai; • A orfandade nos impede de amar a Deus e vê-lo como Pai. A CURA DA ORFANDADE: CERTEZA QUE DEUS É PAI SALMO 68.4-5 Cantem a Deus, louvem o seu nome, exaltem aquele que cavalga sobre as nuvens; seu nome é SENHOR! Exultem diante dele! Pai para os órfãos e defensor das viúvas é Deus em sua santa habitação. • Talvez os seus pais não desejaram o seu nascimento, mas Deus sim. • Deus já sabia que você iria nascer. Ele já tinha planos para você. • Na verdade, Deus mesmo planejou o seu nascimento. • Deus se importa com você. • Deus quer abençoar você. • Deus tem planos para você. • Deus ama você. COMO REDIMIR A ORFANDADE E SER RECEBIDO PELO PAI? JOÃO 14.6-7 Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. Se vocês realmente me conhecessem, conheceriam também o meu Pai. • Para entender essa passagem, precisamos nos voltar para a Revelação de Deus que está na Bíblia. • A Bíblia tem duas partes principais – o Velho e o Novo Testamento. O VT mostra o mundo sendo preparado para a vinda de Jesus. O NT mostra a vinda de Jesus e a redenção da Humanidade. • Para mostrar como seria a redenção do mundo pelo sangue de Jesus, Deus mandou o povo construir um tabernáculo. Depois esse tabernáculo foi transformado no Templo de Jerusalém, construído por Salomão. • Cada parte do tabernáculo/templo representava um aspecto do relacionamento que Deus desejava ter com o povo. Também representava os estágios de aproximação das pessoas de Deus, por meio da expiação dos pecados, purificação, etc. • Na cruz Jesus cumpriu toda a justiça. Ele se tornou a revelação viva de Deus que tinha sido preconizada pelo tabernáculo/templo. • Ao afirmar que ele era o Caminho, a Verdade e a Vida, Jesus revelou três condições necessárias para nos aproximarmos do Deus Pai e sermos adotados por Ele. Essas três condições estavam retratadas na arquitetura do templo/tabernáculo. • CAMINHO – acesso ao PÁTIO - onde ficava o altar de bronze, onde aconteciam os sacrifícios de animais e a pia para a limpeza cerimonial dos animais e dos sacerdotes. Todas as pessoas tinham acesso a esse lugar. • VERDADE – acesso ao LUGAR SANTO - onde ficavam o candelabro (menorah), a mesa com a Mesa dos Pães e o Altar de Incenso. Neste lugar apenas os sacerdotes tinham acesso. • VIDA – acesso ao SANTO DOS SANTOS - onde ficava a Arca da Aliança. Neste lugar apenas o Sumo Sacerdote podia entrar, uma vez por ano, para fazer o sacrifício da Páscoa. COMO SER CURADO DA ORFANDADE ESPIRITUAL? o DESCUBRA O CAMINHO DA CASA DO PAI • Esse caminho começa no sacrifício de Jesus, simbolizado pelo Altar de Bronze, onde os animais eram sacrificados. • O sacrifício de Jesus expiou os nossos pecados. • Para entrar nesse lugar é preciso arrependimento e confissão de pecados. No passado todas as pessoas testemunhavam quando alguém se dirigia ao Templo levando um animal para o sacrifício. Sua caminhada em direção ao altar era uma confissão pública dos pecados cometidos. • Também era preciso fé. Quem se dirigia ao altar sabia que lá seus pecados seriam expiados. • Com os pecados expiados nos tornamos filhos de Deus. • É o começo do fim da orfandade. o DECIDA VIVER NA VERDADE DO PAI • Após a fé, o arrependimento e a expiação dos pecados, começa a nossa caminhada pela Verdade. • Para viver na Verdade é preciso da luz (candelabro), que nos revela a vontade de Deus e do pão (alimento espiritual) que nos fortalece para viver dentro da vontade de Deus. • A Verdade está na Revelação de Deus - a Bíblia. • Viver na Verdade implica em comunhão com Deus, simbolizada pelo incenso (oração) • A Verdade liberta as pessoas das mentiras do Diabo (Jo 8.32). • A Verdade nos liberta dos pecados, muda o nosso coração, muda a nossa conduta. o DESFRUTE DA VIDA DO PAI • O último nível é a maior intimidade com Deus. É quando além de filhos, nos tornamos amigos de Deus. • No Santo dos Santos podemos ver a glória de Deus ainda nesta vida. • Depois de viver debaixo da luz e comer do pão espiritual, amadurecemos, crescemos na fé e vivemos em um novo nível de vida. • Neste ponto as nossas feridas foram totalmente curadas, todo perdão foi liberado, as mentiras plantadas pelo Diabo foram totalmente derrotadas e todas as nossas heranças espirituais malignas foram tratadas por Deus. • Este é o lugar da entrega total, quando passamos a viver em total sintonia com Deus. CONCLUSÃO A Bíblia termina o Velho Testamento e começa o Novo Testamento profetizando o fim da orfandade para aqueles que receberem a pregação do Evangelho. ÚLTIMO LIVRO DO VT - MALAQUIAS 4.5-6 "Vejam, eu enviarei a vocês o profeta Elias antes do grande e temível dia do SENHOR. Ele fará com que os corações dos pais se voltem para seus filhos, e os corações dos filhos para seus pais; do contrário, eu virei e castigarei a terra com maldição." INÍCIO DO NOVO TESTAMENTO - LUCAS 1.17 (Jesus) irá adiante do Senhor, no espírito e no poder de Elias, para fazer voltar o coração dos pais a seus filhos e os desobedientes à sabedoria dos justos, para deixar um povo preparado para o Senhor". Jesus prometeu que não nos deixaria órfãos. JOÃO 14.16-18 E eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Conselheiro para estar com vocês para sempre, o Espírito da verdade. O mundo não pode recebê-lo, porque não o vê nem o conhece. Mas vocês o conhecem, pois ele vive com vocês e estará em vocês. Não os deixarei órfãos; voltarei para vocês. • Deus quer ser seu Pai. • Deus quer adotar você como filho. • A Igreja quer ser sua família. • Mas a filiação a Deus não é automática. • A adoção precisa ser alcançada pelo arrependimento dos pecados e pela fé em Jesus JOÃO 1.12-13 Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus.

7 comentários:

  1. Nossa to impactada com esse estudo!

    ResponderExcluir
  2. Quer dizer que além da pessoa ser infeliz por causa desse maldito espírito de orfandade, ainda é culpada de ser assim.

    ResponderExcluir
  3. Quer dizer que além da pessoa ser infeliz por causa desse maldito espírito de orfandade, ainda é culpada de ser assim.

    ResponderExcluir
  4. Paz mande pra me esse assunto por favor. Obg

    ResponderExcluir
  5. excelente exposiçao de um assunto muito importante e tao escaso

    ResponderExcluir