Seguidores

quinta-feira, 9 de junho de 2011

3º Rei - Rei de Jericó

Vencer As Oposições Da Terra

Js 5:13-15, 6:1-5
“13 Estando Josué ao pé de Jericó, levantou os olhos e olhou; eis que se achava em pé diante dele um homem que trazia na mão uma espada nua; chegou-se Josué a ele e disse-lhe: És tu dos nossos ou dos nossos adversários?
14 Respondeu ele: Não; sou príncipe do exército do SENHOR e acabo de chegar. Então, Josué se prostrou com o rosto em terra, e o adorou, e disse-lhe: Que diz meu senhor ao seu servo? 15 Respondeu o príncipe do exército do SENHOR a Josué: Descalça as sandálias dos pés, porque o lugar em que estás é santo. E fez Josué assim.”
“1 Ora, Jericó estava rigorosamente fechada por causa dos filhos de Israel; ninguém saía, nem entrava.
2 Então, disse o SENHOR a Josué: Olha, entreguei na tua mão Jericó, o seu rei e os seus valentes.
3 Vós, pois, todos os homens de guerra, rodeareis a cidade, cercando-a uma vez; assim fareis por seis dias.
4 Sete sacerdotes levarão sete trombetas de chifre de carneiro adiante da arca; no sétimo dia, rodeareis a cidade sete vezes, e os sacerdotes tocarão as trombetas.
“5 E será que, tocando-se longamente a trombeta de chifre de carneiro, ouvindo vós o sonido dela, todo o povo gritará com grande grita; o muro da cidade cairá abaixo, e o povo subirá nele, cada qual em frente de si.”

CONQUISTAR ACIMA DE QUALQUER DIFICULDADE
Josué estava por enfrentar sua primeira batalha em que já estava como líder no lugar de Moisés. Era necessário enfrentar em primeiro lugar seus próprios limites e também os limites do povo, pois tudo era novo e desconhecido. Como enfrentar uma fortaleza intransponível? Será que o povo confiaria a ponto de se lançar à frente para a guerra? Qual seria a estratégia?
Uma das características que marcou Josué foi o seu desprendimento em obedecer, a despeito de todos os obstáculos e possíveis dificuldades. Era uma fé inconseqüente aos olhos humanos. Josué levou o povo a rodear aquela cidade, segundo a ordem do Senhor.

Como Josué naquele dia, devemos rodear a cidade como Sacerdotes, carregando a arca, levando a glória de Deus sobre nós em santidade. Como guerreiros, dispostos a lutar e enfrentar pela fé o que parece maior do que nós. Como povo de propriedade exclusiva de Deus, povo que não pode ser amaldiçoado. Tocando sete trombetas que representam o juízo de Deus contra o diabo na boca da Igreja de Cristo.

O QUE JERICÓ SIMBOLIZA
Jericó simboliza aquilo que não se pode vencer naturalmente ou com as forças humanas. É tudo aquilo que se apresenta como algo intransponível e assustador, como se parecesse que o Senhor Deus quisesse nos colocar em situações de completa rendição ao problema. É onde somos forjados na nossa fé e principalmente na nossa fidelidade (Dt 8.2). E também, o quanto temos de convicção ativa que nos faz mover favoravelmente em direção ao nosso alvo que é avançar. E o quanto os nossos olhos são bons (Mt 6.22).

Vamos confrontar toda oposição de Jericó suplantando todo o tipo de obstáculos e derrotá-la e avançar para o maior mover de conquista que já vivemos em toda a nossa História de vida.

Js 6:19, 24
“19 Porém toda prata, e ouro, e utensílios de bronze e de ferro são consagrados ao SENHOR; irão para o seu tesouro.”
“24 Porém a cidade e tudo quanto havia nela, queimaram-no; tão-somente a prata, o ouro e os utensílios de bronze e de ferro deram para o tesouro da Casa do SENHOR.”


Jericó era a primícia do senhor, e conforme a ordem do Senhor, Josué obedeceu ao Senhor cumprindo uma lei espiritual que está em Pv 3:
“9 Honra ao SENHOR com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda;
10 e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares.”


VENCER JERICÓ RODEANDO O INIMIGO
Esta estratégia é para que Deus realize maravilhas nas nossas vidas.
Nós precisamos ter consciência das coisas que acontecem no mundo espiritual. Através desta atitude de rodear vamos vencer o terceiro rei em nossa conquista.
1) Rodear é a ação de, no espírito, enfrentar a grandiosidade do inimigo e perder todo tipo de medo.
Mt 6:22 “São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso;
23 se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!”


O Senhor deseja que você rodeie a grandiosidade do inimigo e saiba que ele não é tão grande quanto se apresenta. Nada pode impedir a caminhada de um servo de Deus. Quando rodeamos temos uma atitude de autoridade contra o medo, enfrentamos o que os nossos olhos enxergam pela fé e não o que o nosso medo enxerga.

Ec 2:10
Ao desejar em teus olhos, sinta-se amparado pelo Senhor. Muitas vezes não temos conquistado grandes coisas porque nos intimidamos com o tamanho do inimigo.
Maior é a ação do Espírito Santo do que a barreira do inimigo. Temos uma unção para fazê-la cair. O Senhor te dá a vitória em todas as coisas.

O diabo quer que ouçamos todas as suas sujeiras e mentiras. E nós, às vezes, processamos estas informações de forma errada e não avançamos. Olhe com os olhos do Senhor e saiba que Ele tem uma grande bênção para tua vida.Comece a enxergar a libertação do Senhor.

Mt 12:29 “Ou como pode alguém entrar na casa do valente e roubar-lhe os bens sem primeiro amarrá-lo? E, então, lhe saqueará a casa.”

O inimigo vai ficar reduzido àquele círculo. Quando o inimigo está amarrado, Deus libera dos altos céus. Espiritualmente, a nossa caminhada delimita o inimigo pela ação do Sangue de Jesus. Onde passamos deixamos uma marca, um rastro do poder de Deus, da glória de Deus que impede a ação do maligno. Onde pisar a planta do nosso pé, fica delimitado o território que Deus nos dá. Amarre o inimigo e tenha vitória, em nome de Jesus. As armas de Satanás não prosperarão.

Impedir que o inimigo nos rodeie e leve vantagem.
I Jo 4:4
“Filhinhos, vós sois de Deus e tendes vencido os falsos profetas, porque maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo.”

Quando a nossa fé é teórica, somos seres inanimados. Quando rodeamos o inimigo invertemos os papéis, ele quer nos rodear com suas notícias e artimanhas para nos intimidar, como aconteceu com Eliseu (II Rs 6:8-12, 15-18 ).

Quando rodeamos o inimigo, quebramos o cerco dele contra nós. Você não vai mais enxergar a grandiosidade das lutas e dos problemas porque Satanás está rodeado. Os exércitos do Deus vivo estão ao seu redor. Nós como Igreja é que vamos rodear o inimigo com a nossa unção, com a promessa, com a nossa fé, com jejuns, com oração e com o louvor, com trombetas que vão encher a cabeça do diabo. Somos atormentadores do diabo, e o rodearemos para tomar dele o reino.
Deus te chamou diante do campo do inimigo para fazer o inimigo tremer com a tua presença. O Senhor é poderoso para encher a tua vida de unção.

O QUE É PRECISO FAZER:
1) Preserve aquilo que você tem, orando, ungindo, guardando e colocando sob as benções do Senhor

2) Passe a enxergar como Eliseu. Deixe de lado todas as armas que o inimigo tem colocado na tua vida e você tem incorporado. No teu trabalho, nos negócios, na tua casa há uma guerra espiritual.
3) Rodeie a tua bênção no mundo espiritual. Se possível, rodeie geograficamente. Se não for possível, faça espiritualmente, orando e clamando. O Senhor vai te dar grandes vitórias.
Jericó foi destruída e Josué deixou ali uma maldição, ninguém poderia reconstruí-la. Ninguém poderá levantar de novo esta oposição contra as nossas vidas. (Js 6:26-27)
O Senhor te entrega nas mãos a cidade que é a terra, o rei de Jericó que é o principado da cidade e seus valentes que são as forças opositoras do inimigo que até hoje te pararam. (Js 6:1-2)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário